Geral


Campanha de vacinação contra paralisia infantil vai até dia 30

Ideia é imunizar crianças de 12 meses a menores de 5 anos com uma dose extra das gotinhas.
23/10/2020 O Sul

Pais ou responsáveis devem procurar as unidades de saúde durante a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e de Multivacinação, que vai até o dia 30. A ideia é imunizar crianças de 12 meses a menores de 5 anos com uma dose extra das gotinhas e atualizar a caderneta de crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade. A meta da campanha é vacinar 61.784 crianças contra a poliomielite, 95% do total de 65.036 crianças de 12 meses a menores de 5 anos na Capital.

No sábado passado (17), Dia D de vacinação, foram imunizadas 6.977 crianças com as gotinhas em Porto Alegre, de acordo com o Sipni (Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações). Com relação à atualização da caderneta, foram aplicadas 9.855 doses das demais vacinas, conforme dados do E-SUS. Os números são parciais e sujeitos à revisão.

Apesar do grande movimento nas unidades de saúde no Dia D, a cobertura ainda está abaixo do esperado pela SMS (Secretaria Municipal de Saúde). Por isso, é muito importante que pais ou responsáveis procurem os locais de vacinação até 30 de outubro para garantir a imunização.

Com a multivacinação, o objetivo é garantir a proteção contra diversas doenças imunopreveníveis e melhorar as coberturas vacinais. Estão disponíveis doses do Calendário Nacional de Vacinação, de acordo com a idade e situação vacinal.

Vacinação para crianças – Hepatite B; Poliomielite 1, 2, 3; Poliomielite 1 e 3; Rotavírus humano G1P1; DTP+Hib+HB; Pneumocócica 10 valente; Meningocócica C; Febre Amarela; Sarampo, Caxumba e Rubéola; Sarampo, Caxumba, Rubéola e Varicela; Hepatite A; BCG; Difteria, Tétano, Pertussis; Difteria, Tétano; Papilomavírus humano; Varicela; Pneumocócica 23-valente, indicada para população indígena a partir dos 5 anos de idade. A vacina BCG é aplicada nas maternidades e em unidades de saúde de referência.

Vacinação para adolescentes – Hepatite B; Difteria, Tétano; Febre Amarela; Sarampo, Caxumba e Rubéola; Papilomavírus humano; Meningocócica ACWY; Pneumocócica 23-valente, indicada para população indígena.

Em Porto Alegre, as unidades de saúde da Atenção Primária estão engajadas na campanha.

Deixar um comentário

MAIS NOTÍCIAS

FACEBOOK

super serrano

NEWSLETTER

Informe seu e-mail e fique por dentro das nossas novidades!

angela noticias Nacional Utilidades noticias

PREVISÃO TEMPO

HORÓSCOPO

COTAÇÃO AGRÍCOLA

INSTAGRAM

PODCASTS