Chuvisca


Vereador Hélio José Langhanz, reeleito em Chuvisca e preso em novembro do ano passado, não compareceu à cerimônia de posse

Nesta terça-feira (05) haverá a primeira sessão ordinária do ano em Chuvisca, e ainda não se sabe se o Vereador irá comparecer
05/01/2021 Blog do Juares

A Cerimônia de posse em Chuvisca ocorreu na última sexta-feira (01), mas não contou com a participação de um dos vereadores reeleitos, sendo este Hélio José Langhanz (Progressistas). A razão do não comparecimento, é que ele está recolhido no Presídio Estadual de Camaquã, desde o dia 23 de novembro do ano passado, por tentativa de homicídio. O vereador atropelou Lorena Tavares da Silva, de 59 anos, na ERS-350, no dia 8 de agosto de 2020. Ela sofreu diversas fraturas, e ele ainda não teria prestado o devido socorro.

Contudo, o Juiz Luís Otávio Braga Schuch emitiu um despacho autorizando a saída de Hélio do presídio com escolta da Susepe para participar da cerimônia de posse na Câmara de Vereadores de Chuvisca, no dia 1º de janeiro, entre as 17 horas e 20 horas.

Mas a 5ª DPR da Susepe não pôde realizar a escolta, e desse modo Langhanz não participou da solenidade de posse para o cargo de vereador. “… No momento não há condições de realizar a escolta solicitada, tendo em vista o baixo efetivo funcional, e os procedimentos de controle a contaminação a COVID-19 adotados por esta região penitenciária”, comunicou a 5ª DPR.

De acordo com informações, ele tem o prazo legal de 15 dias após a cerimônia para ser empossado. No dia da posse, havia manifestações contra e a favor de Hélio Langhanz. Mesmo com o ocorrido que deixou a pequena cidade em choque, Hélio foi o terceito vereador mais votado da eleição. 

Nesta terça-feira (05) haverá a primeira sessão ordinária do ano em Chuvisca, e ainda não se sabe se o Vereador irá comparecer.

Deixar um comentário

MAIS NOTÍCIAS

FACEBOOK

NEWSLETTER

Informe seu e-mail e fique por dentro das nossas novidades!

angela noticias

PREVISÃO TEMPO

HORÓSCOPO

COTAÇÃO AGRÍCOLA

INSTAGRAM

PODCASTS