Geral


Retorno das aulas presenciais em Cerro Grande do Sul será discutido nesta quarta-feira (05)

O encontro previsto para iniciar às 08 horas deverá ocorrer no auditório da escola municipal Fortaleza, na sede municipal, onde poderão ser respeitados os protocolos de segurança sanitária
03/05/2021 Portal ClicR

Com a classificação de Bandeira Vermelha no Distanciamento Controlado do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, desde o último dia 27 de abril, a retomada das atividades presenciais em todas as etapas da Educação Básica, Técnica e Superior estão permitidas.

Neste sentido a secretaria municipal de Educação de Cerro Grande do Sul vai promover uma reunião nesta quarta-feira (05/05) para discutir o assunto, quando deverão participar os diretores de escolas das redes municipal e estadual inseridas no município e representantes do conselho municipal de combate a Covid-19.

O encontro previsto para iniciar às 08 horas deverá ocorrer no auditório da escola municipal Fortaleza, na sede municipal, onde poderão ser respeitados os protocolos de segurança sanitária.

Para o secretário municipal de Educação e Cultura, Julio Cesar Doze o momento é de avaliar todas as questões relacionadas a saúde e educação para que seja tomada uma decisão consciente. “Não vamos impor nenhuma determinação. Queremos ouvir a todos na reunião e a tendência é decidir de acordo com a maioria”, adianta o secretário.

Para Nara Raphaelli, diretora da escola estadual Mem de Sá, única com ensino médio e que atende o maior número de alunos no município, o momento não é o ideal para ao retorno das atividades presenciais. Ela entende que com a chegada do inverno o risco de contaminação pelo coronavírus tende a aumentar e por isso prefere aguardar que o processo de vacinação esteja mais avançado para que os alunos voltem aos bancos escolares.

Ela acrescenta que a escola tem conseguido atender satisfatoriamente aos alunos de forma remota, seja através da internet por meio do aplicativo Google Classroom ou com entrega de tarefas e material impresso.

Nara Raphaelli, diretora da escola Mem de Sá

“Temos um professor que trabalha exclusivamente monitorando a participação de cada aluno e fazendo contato com os pais ou responsáveis para que esta participação seja efetiva. Estamos na escola de segunda a quinta-feira entregando as atividades, cuidando da questão sanitária e dando condições para que todos tenham acesso às aulas, portanto o ensino tem ocorrido de forma satisfatória”, considera Nara.

Todavia a diretora garante que se o retorno das atividades presenciais for confirmado no município a escola tem estrutura suficiente para receber os alunos seguindo o modelo híbrido proposto pela secretaria estadual de Educação (Seduc), que prevê um retorno gradual e escalonado com pequenos grupos de estudantes, seguindo os protocolos sanitários adotados na pandemia.

Ela explica que caso o município decida que não irá iniciar as aulas presenciais neste momento, será necessário que a administração municipal emita um decreto neste sentido para que as escolas municipais estejam respaldadas a acompanharem a decisão, do contrário terão que seguir a determinação da Seduc que é pelo retorno imediato.

Deixar um comentário

MAIS NOTÍCIAS

FACEBOOK

NEWSLETTER

Informe seu e-mail e fique por dentro das nossas novidades!

nacional gas telefone 2

PREVISÃO TEMPO

HORÓSCOPO

COTAÇÃO AGRÍCOLA

INSTAGRAM

PODCASTS