Polícia


Adolescente confessou para a mãe que matou os próprios irmãos, diz vizinha da família

Vicente e Valentim, de 4 e 2 anos, morreram carbonizados na noite desta segunda (25) em Maricá. Mãe deixou os meninos com o irmão de 16 anos. O adolescente não estava em casa quando ela voltou e encontrou os filhos mortos
27/10/2021 G1

O adolescente de 16 anos suspeito de matar os dois irmãos mais novos, Vicente e Valentim Costa, de 4 e 2 anos, confessou o crime para a mãe antes de ser levado para a delegacia. O relato é de Maria das Graças, vizinha da família em entrevista ao RJ Inter TV 2ª edição (assista acima).

As crianças foram encontradas carbonizadas dentro de casa em Maricá, na Região Metropolitana do Rio. O adolescente foi apreendido na noite de segunda-feira (25).

A vizinha disse que estava em casa quando ouviu os gritos de desespero da mãe ao encontrar os filhos pequenos no chão. Neste momento, segundo testemunhas, o adolescente não estava em casa, mas foi achado por outros vizinhos e levado até o local. Quando mãe e filho se encontraram, Maria das Graças disse que ele confessou ter matado os irmãos.

"Ela perguntou 'o que aconteceu?', aí ele falou pra ela que tinha sido ele que tinha matado os irmãos", afirmou a vizinha Maria das Graças dos Santos.

Polícia diz que ciúmes motivaram o crime

Segundo a polícia, o crime foi motivado por ciúmes da mãe, além do ódio que sentia pelo padrasto, pai das vítimas. O adolescente foi apreendido por fato análogo ao crime de homicídio qualificado por motivo fútil e encaminhado ao Departamento de Ações Socioeducativas (Degase).

Ainda segundo a polícia, o adolescente é suspeito de asfixiar os irmãos, mediante esganadura e, em seguida, atear fogo nas crianças ainda vivas. O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG).

Gritos da mãe chamaram a atenção

A vizinha Maria das Graças contou que mora na frente da casa onde vive a família Costa. Ela disse que só percebeu o que estava acontecendo depois que ouviu os gritos de socorro da mãe.

"A gente ouviu gritos, no princípio pensei que era a televisão. Abri a janela do meu quarto e vi que era aqui fora. Aí saí eu, minha filha e meu marido. Quando chegamos aqui, encontramos a mãe gritando 'Mataram meus filhos, mataram meus filhos'. Meu marido então abriu o portão [da casa onde as crianças moravam], entrou e viu as duas crianças no chão, queimadas", contou.

Testemunhas disseram que a mãe dos meninos havia saído de casa para ir a um comércio e deixou os mais novos com o irmão mais velho. O caso aconteceu na Rua 02, no bairro Cordeirinho.

Quando voltou, ela encontrou os filhos com os corpos em chamas e tentou salvá-los, mas os meninos não resistiram. Ainda segundo testemunhas, o adolescente não estava em casa no momento em que a mãe chegou, mas foi encontrado por vizinhos na região.

"Ela achava que alguém tinha entrado, matado as duas crianças e tinha sequestrado o filho [adolescente]. Mas depois o pessoal aqui do local e a polícia acharam e trouxeram ele [o adolescente]", disse a vizinha.

Deixar um comentário

MAIS NOTÍCIAS

FACEBOOK

NEWSLETTER

Informe seu e-mail e fique por dentro das nossas novidades!

nacional gas telefone 2

PREVISÃO TEMPO

HORÓSCOPO

COTAÇÃO AGRÍCOLA

INSTAGRAM

PODCASTS