Polícia


Brigada Militar prendeu dois suspeitos de envolvimento nos crimes em Camaquã

Os presos foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento para as providências cabíveis
01/11/2021 Portal ClicR

O cerco policial a um grupo que cometia crimes no interior de Camaquã resultou na prisão de dois indivíduos no início da noite desta sexta-feira, 29 de outubro.

De acordo com a Brigada Militar a corporação recebeu informações que uma dupla de homens estaria realizando roubos de veículos e furtos a propriedades rurais no interior de Camaquã, na localidade do Passo do Capitão Jango, os quais eram suspeitos de envolvimento no homicídio do jovem Kauê Britto da Silva, 17 anos, na madrugada anterior.

Várias guarnições do 30º Batalhão de Polícia Militar (30º BPM) foram mobilizadas nas buscas pela região e durante o dia os policiais foram colhendo informações e fazendo o rastreamento dos suspeitos, quando também encontraram pelas estradas no mínimo três carros que haviam sido roubados e abandonados pelos criminosos.

Dentre as últimas informações recebidas os policiais militares souberam que os criminosos poderiam estar utilizando uma moto para fuga e um Ford Focus e que teriam seguido de volta em direção a Camaquã.

No decorrer das buscas, já no bairro Bom Sucesso, em Camaquã, os policiais avistaram a moto com os dois suspeitos que ao serem abordados reagiram atirando contra a guarnição. Os policiais revidaram e provocaram a queda dos agressores que acabaram presos. Um deles estava usando um colete balístico e portando um revólver. Nenhum policial ficou ferido.

Resultante da ação policial, foram recuperados 05 veículos em situação de furto/roubo (04 carros e 01 motocicleta), apreendido 01 revólver calibre 38, munições (intactas e deflagradas), 01 colete balístico, 03 celulares, 01 motosserra e dinheiro em espécie.

Os presos foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento para as providências cabíveis.

Seguem as diligências

Relatos de populares em aplicativos de mensagens na tarde da sexta-feira (29) informavam que no mínimo três criminosos formavam o grupo que estava cometendo assaltos durante a fuga pelo interior de Camaquã. Já por ocasião do homicídio de Kauê, os relatos davam conta de que quatro indivíduos teriam participado do crime. Neste sentido existe a possibilidade de ainda existam integrantes do grupo criminoso a solta pela região.


Deixar um comentário

MAIS NOTÍCIAS

FACEBOOK

NEWSLETTER

Informe seu e-mail e fique por dentro das nossas novidades!

nacional gas telefone 2

PREVISÃO TEMPO

HORÓSCOPO

COTAÇÃO AGRÍCOLA

INSTAGRAM

PODCASTS