Geral


Embaixadora avalia potenciais parcerias entre RS e Coréia do Sul

Reunião foi organizada pela Secretaria de Relações Federativas e Internacionais do Rio Grande do Sul
20/05/2022 Portal ClicR

A Embaixadora Márcia Donner Abreu, Secretária de Ásia, Pacífico e Rússia do Ministério das Relações Exteriores, que vai assumir nas próximas semanas o comando da Representação Diplomática do Brasil em Seul, participou, nesta manhã, de reunião virtual, organizada pela Secretaria de Relações Federativas e Internacionais do RS, em Brasília, com Secretários de Estado e autoridades gaúchas. A diplomata vem fazendo um levantamento dos segmentos de interesse de cada estado brasileiro para trabalhar possibilidades de parceria na Coréia do Sul, principalmente nas áreas da indústria, tecnologia, inovação e agronegócio. A Embaixadora elogiou o empenho da titular da Serfi, Patrícia Kotlinski, que conseguiu promover “a reunião mais representativa entre todos os Estados”. A Embaixadora ressaltou que grande parte do planeta, sobretudo a Europa, vem perdendo vitalidade econômica e que a Ásia é o futuro.


O secretário de Parcerias, Leonardo Busatto, falou sobre o programa de desestatização de empresas (saneamento e energia) e parcerias público/privadas que podem vir a despertar o interesse internacional, principalmente de rodovias, aeroportos, parques ambientais, construção de presídios e revitalização do Cais Mauá. Já o secretário de Inovação, Ciência e Tecnologia, Alsones Balestrin, informou que o RS está investindo na área de semicondutores e que essa cadeia produtiva pode interessar a grandes grupos empresariais da Coréia do Sul. Balestrin também manifestou interesse de que startups do país asiático participem da próxima South Summit, em 2023, e de que sejam retomados o Fórum RS-Coréia do Sul de Ciência, Tecnologia e Inovação e o intercâmbio universitário.


“A Coréia do Sul tem 51 milhões de habitantes, é uma vitrine para o resto da Ásia. O RS tem um portfólio extenso de produtos, inclusive de proteína animal, e todas as condições de atender a Coréia no fornecimento de alimentos, garantindo sua segurança alimentar”, afirmou o secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Domingos Velho Lopes. A secretária de Meio Ambiente e Infraestrutura, Marjorie Kauffmann, e o secretário-chefe adjunto para Assuntos Administrativos e Subchefe-Geral da Casa Civil, Paulo Roberto Pereira, focaram no desenvolvimento da tecnologia do hidrogênio verde e na descarbonização do Estado. Marjorie acredita que o RS e a Coréia do Sul também podem firmar parcerias nas áreas de saneamento e de transição energética, na exploração do grande potencial que o Estado tem de produção de energia limpa, especialmente eólica e solar. O secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico, Joel Maraschin, reforçou que o RS retomou o poder de investimento e que o Governo vem apresentando as oportunidades e os potenciais do Estado no exterior, inclusive em feiras internacionais.


Patrícia Kotlinski enfatizou a relevância dessa aproximação entre RS e Coréia do Sul, por intermédio do Itamaraty, e colocou a SERFI à disposição para a articulação de eventuais parcerias. “Na reunião de hoje falamos sobre pautas importantes para nosso Estado e descobrimos que existem muitas portas que podem ser abertas na Coréia do Sul para nós, gaúchos”, disse.



Deixar um comentário

MAIS NOTÍCIAS

FACEBOOK

NEWSLETTER

Informe seu e-mail e fique por dentro das nossas novidades!

Aline Rosiakeletrica tyskabrechodj arnacional gas telefone 2

PREVISÃO TEMPO

HORÓSCOPO

COTAÇÃO AGRÍCOLA

INSTAGRAM

PODCASTS