Geral


Rio Grande do Sul registra a criação de 25,5 mil empregos em fevereiro

28/03/2024 O Sul
O Rio Grande do Sul registrou 155.306 admissões e 129.854 desligamentos, totalizando saldo de 25.452 postos de trabalho em fevereiro, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED).
O saldo é superior ao mesmo período de 2023 e também em comparação a janeiro de 2024, quando foram registrados saldos de 20.351 e 20.288 respectivamente.
A indústria foi o setor que mais se destacou, em fevereiro, com 13.031 postos, seguida pelos serviços (7.671), agropecuária (4.653) e construção (871). Apenas o comércio teve desempenho negativo no período com – 774 postos.
Os municípios que registraram os maiores saldos em fevereiro foram: Santa Cruz do Sul (4.265), Vacaria (4.168), Caxias do Sul (2.847), Porto Alegre (2.148) e Venâncio Aires (1.595).
Já no acumulado deste ano (janeiro e fevereiro) foram contabilizadas 290.740 admissões e 245.000 desligamentos, totalizando saldo de 45.740 postos.
Com relação ao setor econômico, a indústria teve saldo de 19.795 postos; a agropecuária, 15.436; os serviços, 11.136; e a construção 2.486. Por outro lado, o comércio teve desempenho negativo de – 3.113 postos.
Os municípios com os maiores saldos registrados nos primeiros 2 meses do ano foram: Vacaria (8.918), Santa Cruz do Sul (5.435), Caxias do Sul (4.563), Venâncio Aires (2.876) e Porto Alegre (2.815).
O Estado também registrou um estoque de 2.816.291 postos de trabalho no mês. É a maior quantidade de vínculos formais ativos da série histórica que começou em janeiro de 2020.
Brasil
O País gerou criou 306,11 mil empregos formais em fevereiro deste ano, informou nesta quarta-feira (27) o Ministério do Trabalho e Emprego.
Ao todo, segundo o governo federal, foram registradas em fevereiro: 2,09 milhões de contratações; 1,94 milhão de demissões. O resultado representa melhora em relação a fevereiro do ano passado, quando foram criados 252,49 mil empregos com carteira assinada (valor ajustado).
O crescimento foi de 21,2% frente ao mesmo mês de 2023. Essa é a comparação considerada mais apropriada por especialistas. Segundo o Ministério do Trabalho, a geração de vagas com carteira assinada também é a maior para meses de fevereiro desde 2022 – quando foram abertos 353,74 mil empregos formais.
Em fevereiro de 2020 e de 2021, respectivamente, foram abertas, respectivamente, 217,26 mil e 397,71 mil empregos formais. A comparação dos números com anos anteriores a 2020, segundo analistas, não é mais adequada, porque o governo mudou a metodologia.

Deixar um comentário

MAIS NOTÍCIAS

FACEBOOK

Closet da BruhEstação Beleza

NEWSLETTER

Informe seu e-mail e fique por dentro das nossas novidades!

Aline Rosiakdj ar

PREVISÃO TEMPO

HORÓSCOPO

COTAÇÃO AGRÍCOLA

INSTAGRAM

PODCASTS