Geral


Irã confirma a morte do presidente do país após queda de helicóptero

20/05/2024 O Sul
O presidente do Irã, Ebrahim Raisi, morreu aos 63 anos após a queda de um helicóptero, informou nesta segunda-feira (20) o Ministério das Relações Exteriores do país.
Raisi, que foi eleito em 2021 e tinha mandato até 2025, era a segunda pessoa mais poderosa do Irã, atrás apenas do aiatolá Ali Khamanei, líder supremo do país e de quem o presidente era um possível sucessor.
Segundo a imprensa oficial iraniana, o helicóptero caiu no domingo (19) em uma região montanhosa em razão das más condições climáticas durante um voo que transportava Raisi e outras autoridades do Azerbaijão para o seu país.
A queda ocorreu entre as aldeias de Pir Davood e Uzi, na província iraniana do Azerbaijão Oriental, a cerca de 600 quilômetros a noroeste de Teerã, capital iraniana.
Além de Raisi, o acidente matou o chanceler do Irã, Hossein Amirabdollahian, e outras sete pessoas. A queda do helicóptero ocorreu por volta das 13h de domingo no horário local (6h no horário de Brasília), mas a aeronave só foi encontrada cerca de 12 horas depois. O tempo ruim dificultou os trabalhos de resgate.
Presidente interino
O aiatolá Ali Khamenei anunciou cinco dias de luto em razão das mortes de Raisi, do ministro das Relações Exteriores e de outras sete pessoas. Ele confirmou que o primeiro vice-presidente do Irã, Mohammad Mokhber, assume interinamente a chefia do Poder Executivo.
Novo chanceler
Após a morte de Hossein Amir-Abdollahian, Ali Bagheri Kani foi nomeado ministro das Relações Exteriores interino do Irã.

Deixar um comentário

MAIS NOTÍCIAS

FACEBOOK

Janovik materiais de ConstruçãoEstação Beleza

NEWSLETTER

Informe seu e-mail e fique por dentro das nossas novidades!

dj arAline Rosiak

PREVISÃO TEMPO

HORÓSCOPO

COTAÇÃO AGRÍCOLA

INSTAGRAM

PODCASTS