Amaral Ferrador


Promotoria de justiça pede o arquivamento da denúncia contra Prefeito de Amaral

O documento que pede o arquivamento foi emitido pelo promotor de Justiça da Promotoria de Justiça de Encruzilhada do Sul, Diogo Hendges.
09/06/2020 Beatriz Centeno - Donfa News / ASCOM Amaral Ferrador

Nesta segunda-feira (8), A assessoria de imprensa da Prefeitura de Amaral Ferrador comunicou o pedido de arquivamento de uma denúncia. A denúncia apontava que o prefeito de Amaral Ferrador, Nataniel Satiro do Val Candia (PDT), havia utilizado um carro oficial e diárias de poder executivo, para ir a um ato politico. Mas, segundo a assessória, o ato politico não aconteceu.

O promotor de Justiça da Promotoria de Justiça de Encruzilhada do Sul, Diogo Hendges, foi quem emitiu o documento pedindo o arquivamento da denúncia. A assessória se manifestou em nota: 

"Foi denunciado ao MP/RS que o prefeito Nataniel (PDT), participou da convenção do seu partido no ano de 2018, na cidade de Porto Alegre. Os denunciantes alegaram que o prefeito Nataniel, que estava acompanhado do motorista e do Secretário Municipal de Saúde, prof° Rogério utilizaram do carro oficial e de diárias pagas pelo Poder Executivo a fim de participar de ato político, o que não procede.

O prefeito e o Secretário estavam em agenda na capital, onde foi comprovado por documentos, na Assembleia Legislativa, AGM (Associação Gaúcha dos Municípios), onde havia eleição da diretoria a qual o prefeito faz parte, bem como cumpriu agenda na Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado. Após as agendas de interesse público, o prefeito e o Secretário estiveram no plenário da Assembleia, porém foi de passagem e em seguida retornaram para Amaral Ferrador."

De acordo com as palavras de Nataniel: "A denúncia foi considerada infundada e descabida, tendo cunho político e motivação pessoal, tentando denegrir a administração municipal e seu nome, sendo que não é a primeira vez que esse tipo de denúncia é feita em relação a sua pessoa.”

A defesa do prefeito alegou que nesta segunda-feira (8), foi recebido um “Mandado de Notificação – Cientificação”, avisando sobre o pedido do arquivamento da denúncia, que será submetida à homologação pelo Conselho Superior do Ministério Público, sendo concedida a apresentação de motivos escritos e documentos no prazo de 10 dias.


Deixar um comentário

MAIS NOTÍCIAS

FACEBOOK

NEWSLETTER

Informe seu e-mail e fique por dentro das nossas novidades!

angela noticias Nacional Utilidades noticias

PREVISÃO TEMPO

HORÓSCOPO

COTAÇÃO AGRÍCOLA

INSTAGRAM

PODCASTS