Saúde e Bem Estar


Fabiano Martins admite possibilidade de "Lockdown" em Camaquã

De acordo com o secretário, a situação é “muito delicada” e o sistema de saúde está chegando no limite.
03/07/2020 Donfa News / Beatriz Centeno

O secretário da Saúde de Camaquã, Fabiano Martins, na tarde desta quinta-feira (2), admitiu que a possibilidade de “lockdown” preocupa as autoridades do município. De acordo com o secretário, a situação é “muito delicada” e o sistema de saúde está chegando no limite: “A consequência é a bandeira preta”, contou. 

O gestor argumentou que a secretaria acompanha com atenção o que ocorre em Porto Alegre e outras cidades da região metropolitana, na qual Camaquã está inserida no modelo de Distanciamento Controlado. A taxa de ocupação de leitos de UTI na capital chegou a 81,3% nesta quinta-feira (2). O número de pessoas internadas com covid-19 nas unidades de terapia intensiva (UTI) disparou 20% em apenas dois dias em Porto Alegre.

A bandeira preta significa risco altíssimo, ou seja, deixa ainda mais restritiva a atuação do comércio, impedindo até mesmo o comércio eletrônico e a tele entrega em casa. Além disso, fecha serviços permitidos na bandeira laranja, como academias de ginástica e serviços de higiene pessoal. Na indústria os serviços também ficam mais restritivos, com uma redução na porcentagem de trabalhadores.

Deixar um comentário

MAIS NOTÍCIAS

FACEBOOK

NEWSLETTER

Informe seu e-mail e fique por dentro das nossas novidades!

Nacional Utilidades noticias

PREVISÃO TEMPO

HORÓSCOPO

COTAÇÃO AGRÍCOLA

INSTAGRAM

PODCASTS